Ao vento

Vento, peço-te que leves

todo mal.

Que carregues para bem longe

o que me tormenta.

 

Que as nuvens sejam

proteção.

E que se afogue no mar

o contrário do bem.

 

Vento, também lhe peço

que tragas o que me falta.

E que meus olhos sejam reflexos

do prazer de viver.

 

E que eu seja como tu.

Vento, acaso escute meu desejo,

atenda-o.

Sopre em muitas vidas.

Anúncios

5 comentários sobre “Ao vento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s