Ansiedade não é ‘frescura’

man-1394395_960_720.jpg

Quando digo “Tenho medo de escuro” você pode até rir de mim. Porém, tu não sabes sobre minha insegurança. Ou, sempre me dizendo para maneirar nos doces. Fato: é difícil segurar a ansiedade​, é complexo aguentar o emocional. Podem até dizer que sou uma pessoa pessimista, contudo mal sabem o que tramita aqui, no meu interior — nas mais esquecidas mazelas. Tenho medo de sair na rua e ser fitado por olhos estranhos, eu tenho medo de ser um estranho. Pois é difícil andar com essa culpa, essa pressão do cotidiano. Sinto nas minhas pernas as correntes dos pensamentos contrários.

Continuar lendo Ansiedade não é ‘frescura’

Seu ego fala mais que suas palavras

Talvez tu sejas a pessoa mais correta desse mundo – cheia de razões. Você veste seu ego, perfuma-se dele e de quebra, sai de mãos dadas na rua com ele. O mais incrível é sua mania de fazer todos reféns seus. Está bem, concordemos, eu dei corda para esse brinquedinho funcionar. Mas, nesse exato momento estou cortando o mal pela raiz, ou melhor, o mal pela corda. Agora, talvez, estejas se vangloriando, falando coisas de mim sem cabimento para as pessoas. Com intuito de manter seu status de gente firme, de quem nunca fica por baixo. Em vão. Por acaso já ouviu aquele velho ditado da roda gigante? Se não ouviu: joga no Google!

Continuar lendo Seu ego fala mais que suas palavras

Vá sem medo

hallway-1245845_960_720

Talvez você tenha idealizado seu casamento durante a vida toda. Sonhou com o véu e a grinalda – como manda o protocolo. Depois receber aquela chuva de arroz. Ou até no seu smoking caro com uma singela gravata borboleta. Ter uma lua de mel numa praia deserta… Você e seu amor juntos se amando na areia. E depois de um ano de casados, estariam numa casa bem espaçosa, com um filho e um cachorrinho de estimação. Aquela cena clássica antes do marido sair para trabalhar e a mulher ajuda a dar o nó na gravata e ajeita o colarinho. No final, ele carrega o blazer nas costas, segurando o mesmo numa mão e a outra mão vai levando sua maleta.

Continuar lendo Vá sem medo

Sejamos empáticos

Foi crucificado, morto e sepultado. Desceu a mansão dos mortos. Ressuscitou ao terceiro dia. Subiu aos céus. – Oração do Credo.

Foi por você que ele usou uma coroa de espinhos. Que suas mãos foram pregadas, que seu sangue foi escorrido numa madeira sedenta de sofrimento. E vivemos aqui até hoje, cometendo equívocos que podem ser evitados. A páscoa não precisa ser comemorada como ovos caros, cheios de riqueza e vazios de valor útil, algo que realmente interesse.

Vejo na data um motivo de agradecimento. Carregamos tantas cruzes, cruzes pouco pesadas para serem comparadas a de Deus. Singelas e sem valor. Não fique triste, seu presente não é um ovo embalado, seu presente é estar vivo. Você daria sua vida para salvar a humanidade? Talvez nem eu saiba responder. Então não sejamos cristãos hipócritas e sim, empáticos. Entenda todos os lados. Esse pequeno recado serve para refletir. Feliz Páscoa!

Sem rotinas

everyday-912097_960_720

A gente acorda e sai para trabalhar. Pega o ônibus lotado para ir e voltar. No dia seguinte, a gente acorda e sai para trabalhar novamente. E assim segue nossa rotina, sempre fazendo o mesmo. E não tem como mudar, isso é o que temos e o que é oferecido a nós. No outro dia, após esse primeiro e o segundo, o ônibus estará lotado de “mesmices” sonolentas para dar suas forças como serviço.  Continuar lendo Sem rotinas